terça-feira, fevereiro 26, 2013

Crônicas por Machado.

          Na minha primeira postagem no blog, eu tenho um presente para vocês: uma crônica maravilhosa de Rubem Braga que li e reli diversas vezes. Da primeira vez, ao terminar a frase inicial, eu já estava sorrindo e quanto mais eu avançava mais eu sentia que a crônica era foda e que não iria nunca me arrepender de ter lido. Meus olhos ficavam brilhando com cada palavra que estava escrita. Encontrei o livro em uma barraca onde sempre há boas opções, e não foi diferente nesse dia. Lá achei uma seleção intitulada "200 Crônicas Escolhidas - As melhores de Rubem Braga.".



Meu Ideal Seria Escrever...
Rubem Braga

Meu ideal seria escrever uma história tão engraçada que aquela moça que está doente naquela casa cinzenta quando lesse minha história no jornal risse, risse tanto que chegasse a chorar e dissesse -- "ai meu Deus, que história mais engraçada!". E então a contasse para a cozinheira e telefonasse para duas ou três amigas para contar a história; e todos a quem ela contasse rissem muito e ficassem alegremente espantados de vê-la tão alegre. Ah, que minha história fosse como um raio de sol, irresistivelmente louro, quente, vivo, em sua vida de moça reclusa, enlutada, doente. Que ela mesma ficasse admirada ouvindo o próprio riso, e depois repetisse para si própria -- "mas essa história é mesmo muito engraçada!".
Que um casal que estivesse em casa mal-humorado, o marido bastante aborrecido com a mulher, a mulher bastante irritada com o marido, que esse casal também fosse atingido pela minha história. O marido a leria e começaria a rir, o que aumentaria a irritação da mulher. Mas depois que esta, apesar de sua má vontade, tomasse conhecimento da história, ela também risse muito, e ficassem os dois rindo sem poder olhar um para o outro sem rir mais; e que um, ouvindo aquele riso do outro, se lembrasse do alegre tempo de namoro, e reencontrassem os dois a alegria perdida de estarem juntos.
Que nas cadeias, nos hospitais, em todas as salas de espera a minha história chegasse -- e tão fascinante de graça, tão irresistível, tão colorida e tão pura que todos limpassem seu coração com lágrimas de alegria; que o comissário do distrito, depois de ler minha história, mandasse soltar aqueles bêbados e também aqueles pobres mulheres colhidas na calçada e lhes dissesse -- "por favor, se comportem, que diabo! Eu não gosto de prender ninguém!" . E que assim todos tratassem melhor seus empregados, seus dependentes e seus semelhantes em alegre e espontânea homenagem à minha história.
E que ela aos poucos se espalhasse pelo mundo e fosse contada de mil maneiras, e fosse atribuída a um persa, na Nigéria, a um australiano, em Dublin, a um japonês, em Chicago -- mas que em todas as línguas ela guardasse a sua frescura, a sua pureza, o seu encanto surpreendente; e que no fundo de uma aldeia da China, um chinês muito pobre, muito sábio e muito velho dissesse: "Nunca ouvi uma história assim tão engraçada e tão boa em toda a minha vida; valeu a pena ter vivido até hoje para ouvi-la; essa história não pode ter sido inventada por nenhum homem, foi com certeza algum anjo tagarela que a contou aos ouvidos de um santo que dormia, e que ele pensou que já estivesse morto; sim, deve ser uma história do céu que se filtrou por acaso até nosso conhecimento; é divina".
E quando todos me perguntassem -- "mas de onde é que você tirou essa história?" -- eu responderia que ela não é minha, que eu a ouvi por acaso na rua, de um desconhecido que a contava a outro desconhecido, e que por sinal começara a contar assim: "Ontem ouvi um sujeito contar uma história...".


E eu esconderia completamente a humilde verdade: que eu inventei toda a minha história em um só segundo, quando pensei na tristeza daquela moça que está doente, que sempre está doente e sempre está de luto e sozinha naquela pequena casa cinzenta de meu bairro. 
                                                                                                                                          Julho de 1957
Postado por Bianca Cardoso às terça-feira, fevereiro 26, 2013 0 comentários
terça-feira, fevereiro 26, 2013

Crônicas por Machado.

          Na minha primeira postagem no blog, eu tenho um presente para vocês: uma crônica maravilhosa de Rubem Braga que li e reli diversa...
Postado por Bianca Cardoso às terça-feira, fevereiro 26, 2013 0 comentários
segunda-feira, fevereiro 25, 2013

Lista de vencedores do Oscar 2013.



Melhor Filme: Argo
Melhor Ator: Daniel Day-Lewis – Lincoln
Melhor Atriz: Jennifer Lawrence – O Lado Bom da Vida
Melhor Ator Coadjuvante: Christoph Waltz – Django Livre
Melhor Atriz Aoadjuvante: Anne Hathaway – Os Miseráveis
Melhor Diretor: Ang Lee: As Aventuras de Pi
Melhor Roteiro Original: Quentin Tarantino – Django Livre 
Melhor Roteiro Adaptado: Chris Terrio – Argo
Melhor Filme em Língua Estrangeira: Amor (Áustria)
Melhor Longa Animado: Valente
Melhor Trilha Sonora Original: Mychael Danna – As Aventuras de Pi
Melhor Canção Original: 'Skyfall'- 007 – Operação Skyfall 
Melhores Efeitos Visuais: As Aventuras de Pi
Melhor Maquiagem: Os Miseráveis
Melhor Fotografia: As Aventuras de Pi
Melhor Figurino: Anna Karenina
Melhor Direção de Arte: Lincoln
Melhor Documentário: Searching For Sugar Man
Melhor Documentário em Curta-metragem: Inocente
Melhor Montagem: Argo
Melhor Curta de ficção: Curfew
Melhor Curta Animado: Paperman
Melhor Edição de Som: 007 – Operação Skyfall / A Hora Mais Escura
Melhor Mixagem de Som: Os Miseráveis


Fonte: 7ª Arte Cinema. (https://www.facebook.com/7ArteCinema) 

Postado por Bianca Cardoso às segunda-feira, fevereiro 25, 2013 0 comentários
segunda-feira, fevereiro 25, 2013

Lista de vencedores do Oscar 2013.

Melhor Filme: Argo Melhor Ator: Daniel Day-Lewis – Lincoln Melhor Atriz: Jennifer Lawrence – O Lado Bom da Vida Melhor Ator Coadjuvante:...
Postado por Bianca Cardoso às segunda-feira, fevereiro 25, 2013 0 comentários

As roupas que causaram no Oscar 2013.


Esse ano, como em todos os outros as mulheres que compareceram a premiação da academia simplesmente estavam de tirar o fôlego! Uma mais linda que a outra arrasaram no tapete vermelho.Confira agora alguns modelitos que roubaram a cena esse ano.




Adele, com seu vestido ‘H&M’


Amanda Seyfried ganhou um vestido do ‘Alexander Mcqueen’.


Amy Adams arrasou com seu vestido “Oscar de La Renta” parecendo uma princesa.


Anne Hathaway foi com as costas a mostra, num “Prada” muito elegante.


Catherine Zeta Jones abusou do dourado num “Zuhair Murad”


Charlize Theron chegou com um “Dior” branco que dispensa comentários.


Emma Stone escolheu um look da “Andrew Gn” para a noite do Oscar.


Halle Berry divando com um vestido da “Versace”.


Helena Bonham Carter foi com muitos babados mas ao mesmo tempo bem simples.


Hellen Hunt vestiu um “H&M” para premiação.


Jennifer Aniston, com um estonteante vermelho de “Valentino” simplesmente ARRASOU!


Jennifer Garner com uma cauda de babadinhos no seu lindo “Gucci” roxo.


Jennifer Hudson foi de “ Roberto Cavalli”.


Jennifer Lawrence, a vencedora da estatueta de melhor atriz brilhou em seu “Dior”.


Jessica Chastain deixou a noite mais bonita usando seu “Armani”.


Kristen Stewart veste “Reem Acra”.


Marcia Gay Harden arrasou com essa manga nude de bordado vermelho.


Naomi Watts ousadia em pessoa, ficou LINDA nesse “Armani Prive”.


Nicole Kidman abusou do brilho com seu “Roberto Cavalli”.


Quem pode, pode! Nina Dobrev tirou o fôlego com esse decote nas costas.


O vermelho básico teve muito espaço esse ano no Oscar, Olivia Munn decidiu que o dela seria um “Marchesa”.


Quvenzhane Wallis fofando com sua bolsa de cachorrinho. Muito linda!


Reese Witherspoon ficou estupenda com essa cauda do seu “Louis Vuitton”.


Mais um “Valentino”... E dessa vez foi o da Sally Field.


Salma Hayek usou um básico porém lindo “Alexander Mcqueen.”


Sem comentários para o vestido da Sandra Bullock, um belíssimo “Elie Saab”.


E por último, mas não menos importante a Zoe Saldana ficou linda no seu “Alexis Mabille”.



Por: Malu Almeida.






Postado por Bianca Cardoso às segunda-feira, fevereiro 25, 2013 0 comentários

As roupas que causaram no Oscar 2013.

Esse ano, como em todos os outros as mulheres que compareceram a premiação da academia simplesmente estavam de tirar o fôlego! Uma mais lind...
Postado por Bianca Cardoso às segunda-feira, fevereiro 25, 2013 0 comentários